Current track
TITLE
ARTIST

Current show

A garagem

20:00 22:00

Current show

A garagem

20:00 22:00

Background

Alice in Chains em destaque

Written by on Abril 1, 2018

Os Alice in Chains são uma banda de rock alternativo, do subgênero Grunge, fundada pelo guitarrista e vocalista Jerry Cantrell e pelo baterista Sean Kinney em Seattle, Washington, no ano de 1987. O baixista Mike Starr e o vocalista Layne Staley juntaram-se à banda logo de seguida. Mike Starr foi substituído por Mike Inez em 1993. Inicialmente fazendo vocais de apoio, Cantrell começou a cantar os vocais principais no EP Sap de 1992, e seu papel continuou a crescer nos álbuns seguintes, tornando Alice in Chains uma banda de dois vocalistas. A banda alcançou fama internacional como parte do movimento Grunge do início dos anos 90, ao lado de Pearl Jam, Soundgarden e Nirvana, sendo uma das mais bem-sucedidas comercialmente desta época, com mais de 15 milhões de álbuns vendidos nos Estados Unidos e cerca de 35 milhões vendidos em todo o mundo. A banda ainda teve dois álbuns na primeira posição da Billboard 200, Jar of Flies de 1994 e Alice in Chains 1995, além de dezesseis singles no Top 10 da parada Mainstream Rock Tracks da Billboard e nove indicações ao Prêmio Grammy.

 

 

O conjunto nunca se separou oficialmente, mas ficou por muitos anos inativo devido aos problemas de Layne Staley com drogas, os quais culminaram na sua morte, em 2002. Os integrantes remanescentes reuniram-se em 2005 pra um show beneficente em prol das vítimas do tsunami que atingiu a Ásia no ano anterior, e em 2009 terminaram a gravação de seu primeiro álbum de estúdio em quatorze anos, com William DuVall como o novo vocalista e também guitarrista base, divindo os vocais com Jerry Cantrell, que é o vocalista principal da maioria das canções do álbum. Intitulado Black Gives Way to Blue, o álbum foi lançado em setembro de 2009 pela Virgin/EMI. Em 28 de maio de 2013, a banda lançou o seu segundo álbum com DuVall, The Devil Put Dinosaurs Here. Em julho atuam em Portugal no Nos Alive.


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *