Radio Utopia Player

FORA começa com "se a memória não me falha"

O FOrA – Festival da Oralidade do Algarve, organizado pela Associação Teia d’Impulsos vai levar o património oral do Algarve a Portimão, Alvor e Odeceixe, nos próximos dias 10 a 14 de maio, com uma agenda preenchida que inclui debates, conferências, oficinas, performances, cinema e música, com vista a promover a oralidade e o património cultural imaterial do território. O objetivo é divulgar tradições e encorajar o diálogo inter-geracional, sensibilizando a população para a importância de uma herança que marca a identidade da nossa região. Este ano o festival inicia-se no Museu de Portimão com o colóquio “Se a memória não me falha... História Oral: metodologias e boas práticas”.

Imagens Reencontradas ciclo de cinema

Vai decorrer de 6 de Abril a 25 de Maio o ciclo de cinema As Imagens Reencontradas, que terá entrada livre, às quintas-feiras, pelas 18:30, no Salão Nobre da Reitoria da Universidade de Lisboa. Esta iniciativa pretende partilhar momentos fulcrais da História do Cinema com os outros, quer se encontrem dentro ou fora da comunidade académica.

O ciclo As Imagens Reencontradas, com curadoria de Tiago J. Silva (estagiário curricular no Núcleo de Programação Cultural da Reitoria da UL), organiza-se com o objectivo de cumprir aquele propósito, problematizando questões relacionadas com a cinefilia e, por esse motivo, tentando fazer justiça às memórias e imagens que recordamos da História do Cinema. As sessões do ciclo contarão sempre com convidados que fazem uma breve apresentação do filme: António M. Feijó, Clara Rowland, Fernando Guerreiro, Ivo Canelas, Mário Jorge Torres, Simão Valente e Tiago J. Silva. A escolha dos filmes coube a cada convidado, e pediu-se apenas que se cumprisse um requisito: o filme em questão tem de ser um filme que recordem da História do Cinema — e, portanto, um dos filmes das suas vidas.

FIMA regressa 7 anos depois

Após um interregno de 7 anos o Fima está de volta, integrado no programa 365 Algarve. Para este regresso estão preparados 20 concertos que terão lugar até ao final de Maio que irão decorrer em onze concelhos do Algarve. A programação conta com espetáculos que vão desde a musica clássica á musica de câmara. Certas estão já as participações das orquestras a Clássica do Sul, a Metropolitana de Lisboa e a da Estremadura. Mas nem só se música se faz o FIMA, estão também previstos espetáculos de multimédia bailado e jantares concertos.

Iniciativa One Bilion Rising dia 8 no Rossio

A associação Changing Wave convida todos os interessados a participarem num movimento global pelo fim da violência contra as mulheres, na edição portuguesa da campanha ONE BILLION RISING, que se vai realizar na Estacão Ferroviária do Rossio, dia 8 de Março de 2017, pelas 19h00. A ideia do ONE BILLION RISING surgiu em 2012 e partiu da dramaturga Eve Ensler, motivada pelas estatísticas da ONU. Em 2016, mais de 200 países participaram. A campanha ONE BILION RISING de 2017 vai focar-se na exploração das mulheres e pretende capitalizar a solidariedade global e exigir o fim da violência em todas as formas.

O surf de volta à Costa da Caparica

Mundiais de Surf regressam à Costa para o Caparica Primavera Surf Fest. Surf, Mar, Música e Liberdade, o Caparica Primavera Surf Fest regressa em grande à Costa da Caparica, com 10 dias de competições e música nas Férias da Páscoa!

A terceira edição do Caparica Primavera Surf Fest foi apresentada, na Praia do Paraíso, com a presença de vários artistas e desportistas e ainda do presidente da autarquia Joaquim Judas, do vereador António Matos, de António Miguel Guimarães Diretor Geral e Artístico do festival e de Miguel Inácio responsável pelas provas desportivas. Joaquim Judas relevou o crescimento do festival e sublinhou aquilo que é uma proposta cultural altamente original: "É o primeiro festival do país a cruzar música e desporto", “É a simbiose perfeita entre o Surf, Mar, Música e Liberdade” acrescentou ainda o Presidente da Câmara Municipal de Almada.

 

António Miguel Guimarães salientou ainda o facto de as seis noites de espectáculos refletirem na sua programação artística uma vertente temática de forma a irem ao encontro de várias tendências, já que a componente desportiva do evento, tendo um cariz nacional e internacional, atrai também diversos públicos. Miguel Inácio, responsável pela parte de competição desportiva do festival, explicou: “Esperam-se cerca de 1000 atletas na Caparica, 300 dos quais internacionais”.

354.ª Feira de São de Martinho abriu portas com casa cheia

Foi com ‘casa cheia’ que a 354.ª Feira de São Martinho abriu as suas portas ao público no fim de semana passado, tendo passado pelo Parque de Feiras e Exposições milhares de visitantes. Até ao próximo domingo, 13 de novembro, Portimão cumpre a tradição e festeja o São Martinho, inclusive com dois dias especiais. Nos dias 9 e 13 de novembro, datas escolhidas conjuntamente por expositores e organização, será aplicado um preço especial aos divertimentos, que pode chegar aos 50% de desconto. O dia 9 destina-se a crianças e jovens, enquanto que o último dia da feira é dedicado à família

28 de outubro – Concerto Inaugural e 11 de novembro

Pelo 9º ano a Associação Cultural Música XXI organiza o Festival de Órgão, estendido este ano aos concelhos de Portimão, Tavira e Loulé para além de Faro. O evento decorrerá entre 28 de outubro a 26 de novembro, com 10 concertos distribuídos por diversas igrejas da região com órgãos de tubos em condições de serem tocados em público. Portimão acolhe o concerto inaugural do evento, a 28 de outubro às 21h30 na Igreja Matriz, com a participação do organista Nuno Alexandrino e do Coral Adágio, grupo residente na cidade e dirigido pelo maestro António Alves. No programa, destaque para a exigente obra “Stabat Mater” de João Rodrigues Esteves (1700-1751), para Coro e Órgão. O concerto seguinte na Igreja Matriz terá lugar a 11 de novembro às 21h30, com o organista Rafael Reis. Numa apresentação a solo, serão interpretadas obras da escola organística italiana, portuguesa, e inglesa.

Birdwatching em Sagres, Vila do Bispo

O concelho da Vila do Bispo é cada vez mais reconhecido pelos amantes do birdwhatching. Uma vez que por ali passa um corredor de rotas migratórias de várias espécies, sendo possível observar aves planadoras e passeriformes.
São várias a aves de rapinas que se podem observar, das quais a mais abundante é o Grifo, embora seja possível também observar vários tipos de águias como por exemplo a águia-real que é bastante rara em Portugal.

O evento em 2016 decorre de 30 de setembro a 5 de outubro em Sagres.

Ver vídeo

 

Exposição "Metamorfose de Cana e Cortiça"

Artista João Paulo Soares

Até ao dia 30 de setembro, a Casa Manuel Teixeira Gomes recebe de Exposição “Metamorfose de Cana e Cortiça” de João Paulo Soares. João Paulo Soares nasceu no Porto, onde fez os seus estudos e viveu até aos 26 anos. Está radicado em Portimão, cidade que escolheu para viver desde 1988. Lecionou durante 40 anos como Professor do Ension Secundário, sendo os últimos 25 anos na Escola Secundária Poeta António Aleixo.

 

O seu simples, mas diversificado ritmo de vida, permite-lhe dedicar-se a várias atividades, sendo uma delas a que agora vem a público nesta exposição. As suas peças refletem um trabalho multidisciplinar pela diversidade de técnicas e materiais presentes. A predominância de materiais orgânicos revela uma paixão que surge desde tenra idade – respeitar, criar laços com a Natureza e reutilizar materiais – é esse o lema que transparece nestas suas criações de cana e cortiça.  

Lisboa recebe a estreia do evento único

Durante quatro dias, Lisboa recebe a estreia do evento único de celebração da arte sonora no espaço público

Durante 4 dias, o Jardim da Tapada das Necessidades é o espaço privilegiado para o primeiro evento de arte que pretende trazer a debate uma variável tão importante, como negligenciada, no planeamento dos lugares: o som.

Instalações, performances, concertos, percursos sonoros, serão inúmeras as obras nacionais e internacionais que pretendem a interacção entre os criadores e obras e a audiência através da fruição, aprendizagem e reflexão sobre o ambiente acústico que nos rodeia.

Porque é urgente escutar o mundo à nossa volta para que ele se torne cada vez mais sustentável, a primeira edição do Lisboa Soa está marcada de 1 a 4 de Setembro de 2016, no Jardim da Tapada das Necessidades

Co-produzido pelos Produtores Associados e a EGEAC, está inserido na programação das festas da cidade, Lisboa na Rua 2016.

Go to top